Player

quarta-feira, 27 de junho de 2012

Internacional

Gabão queima pilha de marfim em ato contra caça ilegal

Presidente Ali Bongo Ondimba participou do evento.
Dezenas de milhares de elefantes morrem por ano na África.

Da AFP

Fogueira feita com marfim em Libreville, no Gabão (Foto: WWF-Canon / James Morgan via AP Images)
Fogueira feita com marfim em Libreville, no Gabão (Foto: WWF-Canon / James Morgan via AFP Images)
O presidente do Gabão, Ali Bongo Ondimba, ateou fogo a uma pilha de marfim nesta quarta-feira (27), em um ato simbólico contra a caça ilegal de elefantes na África. A fogueira continha 5 toneladas de marfim apreendido, o que corresponde à morte de 850 animais.
 
Durante o evento, Ondimba prometeu adotar uma política de “tolerância zero” contra os caçadores. No ano passado, o Gabão fundou uma unidade militar especial para proteger os parques e a vida selvagem do país.
As medidas foram apoiadas pelas organizações ambientalistas WWF e Traffic. Elas fizeram parte de um grupo independente que inspecionou o marfim apreendido antes da queima.
Segundo um relatório das Nações Unidas, 2011 foi o ano com maior caça ilegal de elefantes na África. Todos os anos, dezenas de milhares de elefantes são mortos para a extração de marfim, que tem grande demanda na Ásia.
Presidente do Gabão, Ali Bongo Ondimba, coloca fogo em uma pilha de marfim (Foto: Wils Yannick Maniengui/AFP)Presidente do Gabão, Ali Bongo Ondimba, coloca fogo em uma pilha de marfim (Foto: Wils Yannick Maniengui/AFP)

Nenhum comentário:

Postar um comentário