Pvhcaos - AO VIVO

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Fama e Poder

Metallica diz que não pode parar de fazer shows por não ganhar o suficiente com discos

Do UOL, em São Paulo

  • Vocalista James Hetfield, do Metallica, durante a terceira noite de shows do Rock In Rio (25/09/2011) Vocalista James Hetfield, do Metallica, durante a terceira noite de shows do Rock In Rio (25/09/2011)
O guitarrista Kirk Hammett, do Metallica, conta que a banda não pode parar de fazer shows porque eles não ganham dinheiro o bastante de direitos autorais de seus discos. Em entrevista à revista "Rolling Stone", ele diz que o grupo gostaria de passar mais tempo com a família, mas eles simplesmente não podem parar.

"Os tempos em que podíamos parar por dois anos não existem mais. Antes, a gente podia fazer isso porque ganhávamos bastante dinheiro com os direitos dos discos. Agora, você lança um álbum, e raramente ganha dinheiro com isso. Não é como era antes, em que você recebia um cheque a cada três meses", explica.

Atualmente, o Metallica está em turnê pela Europa com o álbum que fizeram em 1991, conhecido como "The Black Album". Em cinco anos, eles foram à Europa quatro.

"Temos atuado como uma banda de shows, vamos lá e tocamos, tocamos, tocamos. Mas, hoje em dia, essa é uma atividade que gostaríamos de fazer com menos frequência. Queríamos passar mais tempos com nossas famílias. Mas, sabe, as coisas são como são, não podemos mudar isso", completou.

terça-feira, 22 de maio de 2012

Manifeste-se


DIA 29 DE MAIO, TERÇA FEIRA - Manifestação as 09:00 da manhã na Assembléia Legislativa

CALDEIRADA

Manifestantes exigem a cassação de todos os parlamentares e não somente a de Valter Araújo

Os manifestantes que estão no plenário da Assembleia Legislativa em Porto Velho (RO), exigem a cassação não só do Deputado foragido Valter Araújo, mas dos demais parlamentares envolvidos no esquema de corrupção. O Deputado Edson Martins (PMDB), afirmou que somente o Valter Araújo será cassado e os demais terão 30 dias de suspensão.

Com a decisão tomada, os manifestantes ainda tentam por meio de protesto e cartazes uma última em sensibilizar os parlamentares, pois os membros da casa mancharam a imagem do Estado de Rondônia e por este motivo deveriam todos ser cassados e impedidos de voltar a serem candidatos pelo Estado de Rondônia. A suspensão de subsidio parlamentar para o bando de bandidos do colarinho branco não é uma resposta à altura na justiça de Rondônia.

Diante das circunstâncias, os manifestantes não estão aceitando a decisão da comissão parlamentar processante provisória e o clima esquenta na sede do poder legislativo do Estado de Rondônia.




TERMÓPILAS – Advogado de Valter apresenta defesa e telão será montando em frente a ALE

O advogado de defesa do deputado foragido Valter Araújo (PTB), afirmou para a Comissão Parlamentar Provisória da Assembleia Legislativa, que o parlamentar líder da quadrilha desarticulada pelo Ministério Público de Rondônia em parceria com a Polícia Federal, é inocente em todos os quesitos. Para os manifestantes que estão no plenário, o advogado de defesa está equivocado, pois existem provas cabais a respeito do foragido Valter Araújo.







O Deputado Edson Martins (PMDB), disse para todos que estavam no plenário que o parlamentar foragido tem o direito de ampla defesa, porém, é notório a participação dos deputados no esquema de corrupção. Logo em seguida, o Presidente da Comissão Parlamentar Processante Provisória, o Deputado Lebrão, solicitou 15 minutos de intervalo.

Entretanto, manifestantes que estão do lado de fora da Assembleia Legislativa irão acompanhar a apuração dos votos através de um telão audiovisual que está sendo montado na rua Major Amarantes.

Fonte: Agência Saibaqui.com – Maique Pinto




PvhCAOS - contra a corrupção que assola Rondônia e o Brasil



Antiguidades

carros.jpg

segunda-feira, 21 de maio de 2012

By BBC

Artista mistura fotografia e desenho para criar cenas imaginárias

Add caption

 


Maconha ao MAR !!!

Polícia retira 4 toneladas de maconha achada boiando na costa da Califórnia

Droga estava em cerca de 160 pacotes a 20 km da praia de Dana Point.
Autoridades estranham o fato de não haver nenhum barco próximo.

G1, São Paulo

A polícia de Dana Point, na Califórnia, recolheu cerca de 160 pacotes grandes de maconha que estavam boiando no mar no domingo (20), após receber denúncias por telefone. Segundo as autoridades, a droga apreendida pesa quase 4 toneladas e tem valor aproximado de US$ 3,6 milhões (R$ 7,23 milhões).
Pacotes de maconha são amontoados no porto de Dana Point, na Califórnia (Foto: Reprodução/CBS Los Angeles)
Pacotes de maconha são amontoados no porto de Dana Point, na Califórnia (Foto: Reprodução/CBS Los Angeles)  

 Segundo a emissora local CBS Los Angeles, os pacotes estavam boiando a cerca de 20 km da costa de Dana Point.

Um porta-voz da guarda costeira afirmou que o fato de a droga estar boiando sem nenhuma embarcação por perto é estranho.
"Em outros casos, eles jogaram os pacotes para se livrar de peso enquanto eram perseguidos. Geralmente, nesses casos, nós sabemos que a droga está no mar. O mais estranho é que os pacotes estavam flutuando sem nenhum barco à vista", disse Michael Jimenez ao "Orange County Register".

 Nenhuma prisão relacionada ao carregamento foi feita até o momento.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Deu no UOL



Em livro lançado ontem (02), o ex-delegado capixaba Cláudio Guerra, 71, afirma ter participado da morte de ao menos 12 guerrilheiros e incinerado os corpos de outros dez desaparecidos políticos na ditadura militar (1964-85).
O depoimento está em “Memórias de uma Guerra Suja” (Topbooks), dos jornalistas Marcelo Netto e Rogério Medeiros. Guerra diz ter decidido confessar os crimes após se tornar pastor evangélico. Ele também promete depor à Comissão da Verdade.
Segundo o relato do ex-policial, os 10 corpos teriam sido queimados no forno de uma usina de açúcar pertencente à família do ex-governador do Estado do Rio Heli Ribeiro Gomes.
“Fui responsável por levar dez corpos de presos políticos para lá, todos mortos pela tortura”, afirma.

Ele cita entre essas vítimas David Capistrano, João Batista Rita, Joaquim Pires Cerveira, João Massena Mello, José Roman e Luiz Ignácio Maranhão Filho, do PCB (Partido Comunista Brasileiro).
Completam a lista: Ana Rosa Kucinski e Wilson Silva, da ALN (Ação Libertadora Nacional); Joaquim Pires Cerveira, da FLN (Frente de Libertação Nacional); Eduardo Collier Filho e Fernando Augusto Santa Cruz Oliveira, da APML (Ação Popular Marxista-Leninista).
O paradeiro desses desaparecidos políticos nunca foi informado às famílias.
Filha do ex-governador do Heli Ribeiro Gomes, Maria Cecília Ribeiro Gomes, 55, reagiu com indignação. “Estou estarrecida. Isso é uma acusação maluca, sem cabimento. Uma loucura da cabeça desse homem”, diz ela, que acaba de deixar o cargo de secretária de Trabalho de Campos.

“Trabalhavam mais de três mil funcionários na usina. Como alguém poderia levar corpos para lá, fazer uma barbaridade dessas, e ninguém ver?”
Entre os guerrilheiros que Guerra diz ter executado pessoalmente estão Nestor Veras, do PCB, e Manoel Aleixo da Silva, do PCR (Partido Comunista Revolucionário).
O livro relata a existência de três cemitérios clandestinos em São Paulo, Belo Horizonte e Petrópolis (RJ).

Guerra afirma ter participado também de atentados para tentar retardar a redemocratização do país, entre eles o do Riocentro, em 1981.
O livro vincula os autores desse atentado à morte do jornalista Alexandre Von Baumgarten, em 1982.
O ex-policial ainda diz que a morte do delegado Sérgio Paranhos Fleury, um dos chefes da repressão, teria sido tramada pelo Cenimar (Centro de Informações da Marinha). A versão oficial é de morte acidental no mar.

O livro identifica Guerra como agente do Dops (Departamento de Ordem Política e Social). O ex-delegado cumpriu pena de sete anos pela morte de um bicheiro no Espírito Santo, crime que ele nega. Há contra ele também acusação de participação em grupo de extermínio nos anos 80.
A presidente do grupo Tortura Nunca Mais no Rio, Vitória Garbois, disse que recebeu o livro com “perplexidade”. “Essa pessoa nunca apareceu nas listas de agentes da repressão.” Ela defendeu que os relatos sejam investigados.

A ministra Maria do Rosário (Direitos Humanos) disse que a Comissão da Verdade deve analisar “esse e todos os demais relatos” do período.
=========================================================
LISTA DE GUERRA / CORPOS DE DESAPARECIDOS QUE ELE DIZ TEREM SIDO INCINERADOS
João Batista Rita
Desaparecido em 13.jan.1974
Organização: M3G (Marighella, Marx, Mao e Guevara)
Joaquim Pires Cerveira
Desaparecido em 13.jan.1974
Organização: FLN (Frente de Libertação Nacional)
Ana Rosa Kucinski Silva
Desaparecida em 22.abr.1974
Organização: ALN (Ação Libertadora Nacional)
Wilson Silva
Desaparecido em 22.abr.1974
Organização: ALN
David Capistrano da Costa
Desaparecido em 16.mar.1974
Organização: PCB (Partido Comunista Brasileiro)
José Roman
Desaparecido em 16.mar.1974
Organização: PCB
João Massena Melo
Desaparecido em 03.abr.1974
Organização: PCB
Luiz Ignácio Maranhão Filho
Desaparecido em 3.abr.1974
Organização: PCB
Fernando Augusto de Santa Cruz Oliveira
Desaparecido em 23.fev.1974
Organização: APML (Ação Popular Marxista Leninista)
Eduardo Collier Filho
Desaparecido em 23.fev.1974  Organização: APML

Essa é boa!

Rampa de acessibilidade leva deficiente a barranco e terreno baldio

Obras em Marechal Cândido Rondon, no Paraná, custam R$ 2 milhões.
'Eles vão retirar as rampas erradas e construir de novo', garante prefeito.

Cassiane Seghatti G1 PR
 

A construção de rampas de acessibilidade instaladas pela prefeitura de Marechal Cândido Rondon, no oeste do Paraná, tem chamado a atenção dos moradores. Isso porque as rampas destinadas a deficientes físicos foram construídas em locais inadequados que não levam o cadeirante a lugar algum. Algumas delas foram feitas em barrancos e em frente a terrenos baldios.

Empresa que construiu as rampas disse que seguiu o projeto (Foto: Gilmar Angelo Severino)
Empresa que construiu as rampas disse que seguiu o projeto (Foto: Gilmar Angelo Severino)


As rampas, que começaram a ser construídas há um mês, fazem parte de um projeto que prevê recapeamento asfáltico e sinalização. O investimento foi de R$ 2.091.381,10, dinheiro repassado pelo Ministério das Cidades. “É um dinheiro jogado fora. Quem vai passar ali? O que precisa fazer eles não fazem”, reclama o aposentado Holdi Wommer.
Alaíde Sauer não consegue subir na calçada por causa da altura do meio fio e precisar se deslocar até a esquina para sair da rua. (Foto: Cassiane Seghatti/ G1 PR)
Sauer não consegue subir na calçada por causa
da altura do meio fio (Foto: Cassiane Seghatti/G1)
 
A presidente da Associação dos Deficientes de Marechal Cândido Rondon, que também é cadeirante, Alaíde Sauer, conta ao G1 que ficou surpresa quando viu as rampas prontas. “É totalmente fora do padrão. Deveriam ter conversado com algum cadeirante para saber os melhores lugares para construir esses acessos”.

Ela diz ainda que encontra muita dificuldade para se locomover na cidade. “Se construíssem essas rampas em outros lugares, poderiam ser mais usadas”, complementa.
O secretário de planejamento Mauro Siqueira Donha, esclarece que, ao todo, serão construídas 254 rampas, uma exigência da Caixa Econômica Federal, responsável pela liberação do recurso. De acordo com Donha, se as rampas não fossem construídas, independente de haver calçada ou não, a liberação ficaria comprometida. “Num volume desses de rampas, provavelmente uma ou outra ficou em desacordo. Mas o pessoal já está fiscalizando e notificando. Eles vão retirar as rampas erradas e construir de novo”, garantiu.
Ao todo devem ser contruídas 254 rampas na cidade (Foto: Cassiane Seghatti e Gilmar Angelo Severino)
Ao todo devem ser contruídas 254 rampas na cidade (Foto: Cassiane Seghatti e Gilmar Angelo Severino)
 
 
 
A empresa Samp Construtora de Obras LTDA ganhou a licitação para construir a rampa. De acordo com o encarregado de obras Luiz Carlos dos Santos, a obra foi feita exatamente como estava no projeto. “Quando se pega um projeto da Caixa Econômica, é tudo vistoriado antes. Eles não mandam um projeto se não tiver vistoria. Nós só executamos o que eles pediram”, explica. O secretário de planejamento de Marechal Cândido Rondon afirmou que uam reunião foi realizada na quarta-feira (16) com o responsável pelo projeto e o representante Samp. No encontro foi decido que a empresa ficará responsável por refazer as rampas que estão em lugares inadequados.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Foto do Dia

Criança indígena salta de árvore dentro do Rio Xingu, no Parque Nacional do Xingu, no Mato Grosso. (Foto: Ueslei Marcelino)


Quero agradecer imensamente ao Ueslei, pois um momento desse, num lugar, veja a foto, meu deus! OBRIGADO !

E não esqueça de enviar a sua foto do dia para pvhcaos@gmail.com, e coloque no assunto "Foto do Dia".

terça-feira, 15 de maio de 2012

: : : Portal SBQ Informa::

Se liga no campeonato que rolou, e a galera do saibaqui.com tava lá e mostra pra gente, confira:

: : : Portal SBQ :: Informação de qualidade -

Companheira DILMA - VETA ESSA PORRA Dra.!

Caros amigos,




Há alguns dias, o Congresso aprovou um projeto de lei catastrófico que vai devastar nossas florestas, da Amazônia à Mata Atlântica. Agora, somente a presidenta Dilma pode barrar essa lei. Ela está sob pressão para vetá-la, mas cabe a nós aumentar essa pressão e levá-la até o limite. Não temos tempo a perder. Clique para salvar a Amazônia e compartilhe essa petição:
Há alguns dias, o Congresso aprovou um projeto de lei catastrófico que dá aos madeireiros e fazendeiros carta branca para desmatar enormes faixas de nossas preciosas florestas, da Amazônia à Mata Atlântica. Agora, somente a presidenta Dilma pode barrar essa lei.

O universo está conspirando a nosso favor. Em algumas semanas, Dilma será anfitriã da maior conferência ambiental do mundo. Informantes nos disseram que ela não aceita pagar o preço de ser considerada a líder que aprovou a devastação da Amazônia. Dezenas de pessoas já foram assassinadas por serem contra o desmatamento – agora é a nossa vez de fazer pressão e forçar Dilma a escolher a opção do veto.

Não temos tempo a perder – ela pode tomar uma decisão a qualquer momento. Vamos dar mais força à nossa petição de 1.7 milhão de assinaturas. Clique abaixo para salvar a Amazônia e divulgue essa campanha para todos – quando alcançarmos 2 milhões de assinaturas a Avaaz juntará forças com ex-ministros do Meio Ambiente para entregar a petição diretamente para Dilma:

http://www.avaaz.org/po/brasil_veta_dilma/?vl

Na última década, o Brasil conseguiu reduzir amplamente os índices de desmatamento, chegando a 78% de redução entre 2004 e 2011. A razão? Uma legislação florestal aclamada mundialmente, aplicada pela polícia federal, e o monitoramento via satélite. Mas esse novo e perigoso código ameaça desfazer esse progresso e provocar o desmatamento total.

Os assassinos de florestas estão festejando – não somente essa nova lei vai possibilitar o desmatamento de uma área do tamanho dos estados de Minas Gerais e São Paulo juntos, como também concede anistia para todos os crimes de desmatamento do passado.

Dilma já disse que quer chegar a um "acordo" entre o lobby pró-desmatamento e os defensores ambientais. Entretanto sabemos que o acordo não é necessário – no Brasil, o desenvolvimento econômico e a proteção de nosso meio ambiente andam de mãos dadas. Estudos confirmam que a incrível transformação da agricultura do Brasil está fortemente baseada no aumento da produtividade e não na expansão de terras. Enquanto isso, na Rússia, a proteção branda das florestas levou a consequências desastrosas – o aumento enorme dos incêndios em florestas e uma redução de 20% na produção de trigo do país.

79% dos brasileiros em todo o país rejeitam a mudança na legislação florestal. Vamos garantir que sejamos escutados antes que seja tarde demais. Assine agora a petição para Dilma vetar imediatamente o Código Florestal e, em seguida, encaminhe esse email para todos:

http://www.avaaz.org/po/brasil_veta_dilma/?vl

Nos últimos 3 anos, membros brasileiros da Avaaz deram grandes saltos em direção ao mundo que todos nós queremos: ajudamos a aprovar a Ficha Limpa contra todos os desafios e pressionamos nosso governo a assumir um papel de liderança na ONU, proteger os direitos humanos ao redor do mundo, e intervir em apoio à democracia no Oriente Médio. Agora, mais uma vez, é hora de preservarmos o nosso mais precioso tesouro natural para o bem de nossos filhos e netos.

Com esperança e determinação,

Web Rádio Rock PvhCAOS, Coletivo CAOS, Luis, Pedro, Diego, Alice, Ricken, Maria Paz e toda a equipe da Avaaz.


Mais informações:

'Dilma disse que não vai nos decepcionar', diz Minc sobre Código Florestal (Folha de S. Paulo)
http://www1.folha.uol.com.br/poder/1081843-dilma-disse-que-nao-vai-nos-decepcionar-diz-minc-sobre-codigo-florestal.shtml

Dilma deve vetar partes do Código Florestal que levem a anistia, diz Ideli (G1)
http://g1.globo.com/politica/noticia/2012/04/dilma-deve-vetar-partes-do-codigo-florestal-que-levem-anistia-diz-ideli.html

Código Florestal foi votado, mas batalha continua (Reuters)
http://br.reuters.com/article/topNews/idBRSPE83P0AX20120426

Código Florestal: os principais pontos do texto aprovado (O Globo)
http://oglobo.globo.com/pais/codigo-florestal-os-principais-pontos-do-texto-aprovado-4738934#ixzz1tEoUD3xV

Para ambientalistas, texto aprovado do Código Florestal ampliará o desmate (O Estado de S. Paulo)
http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,para-ambientalistas-texto-aprovado-do-codigo-florestal-ampliara-o-desmate,865403,0.htm

Comunicado IPEA 96
http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/comunicado/110616_comunicadoipea96.pdf

Código florestal em roleta russa
http://www.zeeli.pro.br/Novo/Arquivos/Artigos/Valor/2012/Codigo_florestal_em_roleta_russa.aspx

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Manifesto


Retroceder nunca, Render-se JAMAIS

Frase da filósofa russo-americana Ayn Rand, judia, fugitiva da revolução russa, que chegou aos Estados Unidos na metade da década de 1920: 
"Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; Quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; Quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; Quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converte em auto-sacrifício; Então, poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada".

REPASSAR , CASO VOCÊ CONCORDE!  
 
REPASSAR , CASO VOCÊ CONCORDE
 
Peço a cada destinatário para encaminhar este e-mail a um mínimo de vinte pessoas em sua lista de endereços e pedir a cada um deles para fazer o mesmo.
Em três dias, a maioria das pessoas no Brasil terá esta mensagem. Esta é uma idéia que realmente deve ser considerada e repassada para o Povo.

Lei de Reforma do Congresso para 2012
(emenda da Constituição)

Lei de Reforma do Congresso (emenda da Constituição do Brasil)

1. O congressista será assalariado somente durante o mandato. E não terá  aposentadoria proveniente do mandato.

2. O Congresso contribui para o INSS. Todo a contribuição (passada, presente e futura) para o fundo atual de aposentadoria do Congresso passará para o regime  do INSS imediatamente. O Congresso participa dos benefícios dentro do regime do INSS exatamente como todos outros brasileiros. O fundo de aposentadoria  não pode ser usado para qualquer outra finalidade.
3. Congresso deve pagar seu plano de aposentadoria, assim como todos os brasileiros.
4. Congresso deixa de votar seu próprio aumento de salário.

5. Congresso perde seu seguro atual de saúde e participa do mesmo sistema de saúde do povo brasileiro.
6.
Congresso deve igualmente cumprir todas as leis que impõem ao povo brasileiro.
7. Servir no Congresso é uma honra, não uma carreira.  Parlamentares devem servir os seus termos (não mais de 2), depois ir para casa e procurar emprego. Ex-congressista não pode ser um lobista.

Se cada pessoa repassar esta mensagem para um mínimo de vinte pessoas, em três dias a maioria das pessoas no Brasil receberá esta mensagem.

A hora para esta emenda na Constituição é AGORA.
É ASSIM QUE PODEMOS CONSERTAR O CONGRESSO
.
Se você concorda com o exposto, REPASSE, REPLIQUE
Se não,  basta IGNORAR. Por favor, mantenha esta mensagem CIRCULANDO.
Existem duas opções na vida:
Se resignar ou se indignar, e eu, não vou me resignar, nunca!!!

quinta-feira, 10 de maio de 2012

AO VIVO

MOSTRA DE MUSICA DO SESC PORTO VELHO - RO


ACOMPANHA AÍ

Cyberativismo

Com a aprovação do novo Código Florestal, aonde vamos chegar.?

Olhem isso Web Louco Ouvintes

Imagens como a da foto acima, feita no Estado do Amapá, podem ficar para a história. Essa beleza selvagem, um dos últimos resquícios de floresta tropical do planeta, está ameaçada depois que os deputados aprovaram o massacre do Código Florestal.
Não podemos deixar que alguns poucos políticos façam o que querem com o futuro do país. Como brasileiros, temos o direito de ser ouvidos: “Queremos um Brasil com floresta em pé.” Para mostrar sua indignação, assine e compartilhe a petição do Desmatamento Zero.
Assine a Petição
É muito simples: com 1,4 milhão de assinaturas, o Congresso Nacional será obrigado a analisar e votar a proposta de lei que acaba com o desmatamento no país.
Mais de 200 mil pessoas já participaram. Só falta você: assine pelo Desmatamento Zero e ajude a reescrever a História de um Brasil mais verde. Seus filhos e netos agradecem.
       
Pvhcaos - Não destrua o verde

quarta-feira, 9 de maio de 2012

By BBC

Artista britânico cria grafite com luzes

Peter Medlicott, conhecido como Sola, faz 'lightbombing', grafite rápido de luz, com fotografias de longa exposição.

BBC

O artista britânico Peter Medlicott, conhecido como Sola, é um especialista na técnica conhecida como 'lightbombing'. Uma derivação da gíria de grafiteiros 'bombing', que significa criar um grafite rapidamente, antes que alguém possa flagrá-lo.
No entanto, Sola, de 28 anos, compõe suas peças com feixes de luz.
A obra 'Wave of Change' (Onda de Mudança, em tradução livre) foi criada por Sola durante uma tempestade de areia na Marina de Dubai (Foto: Sola / Barcroft Media)A obra 'Wave of Change' (Onda de Mudança, em tradução livre) foi criada por Sola durante uma tempestade de areia na Marina de Dubai (Foto: Sola / Barcroft Media)
As obras tem, intencionalmente, vida curta e são simples de criar, segundo ele. ''Você só precisa de uma câmera digital, uma longa exposição, de cerca de 30 segundos, e luz''.
"Eu adoro ser um grafiteiro, mas não sei pintar'', afirma Sola. Mas o artista usou essa limitação a seu favor.
Sola conta ter criado sua técnica por acaso, quando estava tirando fotos. ''Senti que algo estava faltando. Decidi iluminar o local com uma lanterna e outras fontes de luz. Um dia, por acidente, uma das luzes foi flagrada em uma foto, o resto é história.''
As peças de Sola tem, intencionalmente, vida curta e são simples de criar, segundo ele. (Foto: Sola / Barcroft Media)As peças de Sola tem, intencionalmente, vida curta e são simples de criar, segundo ele. (Foto: Sola / Barcroft Media)

Convite

Com a palavra, Dra. Ceiça..

Tô passando para divulgar a programação da mostra de música do Sesc 2012.
Convido todos vocês e peço-lhes que divulguem entre seus amigos e familiares.
A programação está super bacana com mais de 20 apresentações musicais de diversos estilos.
Haverá também umas oficinas e workshops bem interessantes com profissionais gabaritadissimos.

Espero vocês!

Abraços.

Ceiça Farias (Técnica de música do Sesc Rondônia)


Não esquecendo que estaremos cobrindo o evento todos os dias apartir das 19:45 hrs, hora local.

Até mais




segunda-feira, 7 de maio de 2012

##### AO VIVO - MOSTRA DE MÚSICA SESC RO

Semana de Mostra de Música

SESC - PORTO VELHO / RO

Acompanhe ao vivo aqui pela Porto Velho Caos / Coletivo CAOS de 07 a 11 de MAIO
sempre a partir das 19:00 hrs

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Diversão e adrenalina garantida

Caso de polícia

Laerte diz ter perdido livro inédito com material roubado de sua casa

Obra não-publicada seria coletânea de material do cartunista desde 2004.
Casa do artista foi roubada na terça (1º); dois computadores foram levados.


Fonte: Rafael Sampaio - G1 SP


Campanha virtual pede que obras de Laerte não sejam apagadas de computadores roubados (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)
Campanha virtual pede que obras de Laerte não sejam deletadas de computadores roubados (Foto: Reprodução/Arquivo Pessoal)
O cartunista Laerte Coutinho, que teve sua casa assaltada nesta terça-feira (1º), diz estar comovido com a campanha via internet pela devolução de sua obra, iniciada na tarde desta quinta-feira (3). Em menos de oito horas, 2,4 mil pessoas compartilharam um aviso em rede social pedindo que o acervo do artista, guardado em dois computadores e um HD externo roubados, não sejam apagados. "É uma amostra de afeto, eu fico muito sensibilizado com isso", afirma Laerte.
Uma das maiores perdas para o artista foi um livro inédito, que ele estava preparando para ser publicado em breve. "Havia uma coletânea que eu estava montando do meu trabalho mais recente, de 2004 para cá", diz Laerte. O trabalho, que ainda não tinha nome, ficou "bem comprometido". "Tenho um entendimento com a Companhia das Letras [para publicar], mas estava tudo no ar. A gente tinha o propósito de fazer o livro com esse material [que foi roubado]."

O cartunista ressalta não ter backup dos arquivos perdidos. A grande maioria são ilustrações e tiras publicadas desde 2000. "Eu estava fazendo o backup, mas esse 'armazém geral' era no HD externo, que foi levado junto", diz Laerte. "Não levaram o monitor, o teclado, o mouse, não levaram CDs nem DVDs", ressalta. Ele afirma que uma pequena parte do seu material de trabalho está em CDs e poderia ser recuperado, se "as mídias não fossem antigas e não estivessem danificadas".
O quadrinista não acredita que os criminosos irão devolver o conteúdo dos computadores, mesmo com a campanha. "Ele [o bandido] estaria se expondo ao devolver, não acho que faria isso. Se chegasse até mim uma proposta de comprar meu acervo, acho que procuraria a polícia", afirma.
Recuperar o material será difícil, de acordo com Laerte. "Eu vou atrás do que existe por aí de arquivo nos jornais, em editoras. Vai ser um trabalho de formiguinha, vou ter que contar com a sorte e a tecnologia", diz. Além dos computadores, pouca coisa foi roubada da casa, que fica no Rio Pequeno, na Zona Oeste de São Paulo. "Meus equipamentos eletrônicos são todos velhos, esse telefone deve ter uns 50 anos", ri o artista. "Não levaram minha televisão. Levaram um microondas de quase 12 anos, um grill e dois botijões de gás."
Algumas medidas de segurança estão sendo tomadas por Laerte após o crime. "Tem uma corrente de bicicleta que coloquei no portão. Talvez eu bote uma trava na parte debaixo da porta, para não facilitar para o bandido", diz. São poucas as prevenções, diz o cartunista, poque não existe segurança em São Paulo. "Quanto mais você se blinda, mais qualifica o ataque. O sujeito que chegar a você se você tem alarme em casa é o mais qualificado de todos", diz.
Laerte 1 (Foto: Reprodução/TV Globo)
Recuperar material roubado será difícil e não há
backup, diz Laerte (Foto: Reprodução/TV Globo)
Laerte nega a possibilidade de se mudar de casa. "Não existe uma região da cidade que esteja imune. Nem os prédios em condomínios, a gente vê a quantidade de arrastões", diz. O cartunista faz uma conta: cerca de um terço das casas da sua rua já sofreram roubos do mesmo tipo em que os criminosos arrombam o imóvel e levam objetos sem que os donos estejam em casa. "O pessoal coloca o primeiro olhar sobre a favela [que existe na região]. Acho isso uma injustiça."
A porta do imóvel foi destruída pelo arrombamento, segundo Laerte, que mora sozinho. "Não havia ninguém na casa, só as minhas duas gatas. Uma delas é paraplégica, ela fica presa na cozinha quando viajo. Quando voltei, encontrei as duas na calçada".
Violado
A sensação de ter a casa roubada é a de ter a vida violada, segundo Laerte. "O sumiço dos arquivos é parte do problema. Outra parte é revirarem suas gavetas. Estava tudo no chão. Móveis, roupas. Você vê sua intimidade devassada. É uma coisa que desestabiliza", diz o cartunista. Para ele, toda vítima de roubo em casa deve ter uma sensação similar. "Você se sente invadido, é um caldeirão de sentimentos", completa.
Laerte registrou um boletim de ocorrência no 93º Distrito Policial, no Jaguaré. Para ele, não há expectativa de que a polícia recupere os computadores e os arquivos. "Os policiais foram muito gentis, fazendo o trabalho deles, mas é difícil. Tem um problema estrutural da polícia, que é desaparelhada", lamenta.
O cartunista quer que, além do seu caso, a campanha virtual a seu favor inclua os objetos retirados de moradores de rua da Praça da Sé, em ações realizadas por agentes públicos.  "Eu fico comovido com o movimento de solidariedade, e gostaria que, além de mim, ele fosse estendido a eles [moradores de rua]. Os bens deles muitas vezes são a única coisa que tem, significam a sua própria vida, e para o poder público eles são lixo", critica.
Laerte diz, em um apelo, que as obras furtadas em seus computadores não tem valor de venda. "O material  roubado não tem valor para ninguém. Ninguém seria louco de publicar, pode ser processado e identificado [como criminoso]. O único valor é para mim, são meus materiais de trabalho."

Livro reúne ensaios sobre história social do humor

Jornal da USP Livro reúne ensaios sobre história social do humor Em nova obra, o professor Elias Thomé Saliba, da USP, analisa dife...